Vídeo poderoso mostra que o amor verdadeiro pode estar debaixo do seu nariz

Cada pessoa sabe a luta real de pegar o metrô todos os dias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Se você já está atrasado para o trabalho ou você quer se encontrar com os seus amigos, logo que possível, o transporte parece que não chega nunca.

No vídeo “Subway Love”, um poema escrito por Max Stossel é lido em voz alta, e explora os próprios sentimentos de impaciência que sentimos enquanto esperamos o metrô.

No entanto, o poema sugere que talvez esperar o metrô não seja um desperdício de tempo e que seja realmente uma oportunidade de se conectar com aqueles que o rodeiam.

Em um mundo repleto de números intermináveis de pessoas e oportunidades, é algo que todos deveriam reconhecer mais vezes:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Elite Daily

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vaquinha para ajudar menino que pinta e vende telas religiosas para custear hemodiálise bate R$ 133 mil em menos de 24 horas

O Daniel Neves, de 13 anos, é um menino guerreiro que dá orgulho conhecer. Desde os 8 meses de idade ele luta contra uma...

Essa feirante optou viver com R$ 7 por dia, e o restante doar para caridade e escolas. Já doou mais de R$ 850 mil

Ela trabalha 18 horas por dia, seis dias por semana. Não importa quanto ganhe, a feirante Chen Shu-chu, 63 anos, diz precisar de apenas...

Exposição “Nossas Luzes” exibe fotografias tiradas por crianças e jovens com síndrome de down

No próximo dia 26 de novembro, a partir das 14h, será realizada a abertura da exposição "Nossas Luzes" na Galeria 540, em São Paulo....

Conheça a primeira brasileira com síndrome de Down a se formar em Fisioterapia

“Escolhi a fisioterapia porque amo as crianças e idosos, me identifico muito com cadeirantes, pessoas com síndromes, autistas e percebo que tenho a missão...

Mãe não encontra o único alimento que sua filha autista come, então cidade se une para doá-lo

A filha de Crystal MacDonald, Ashlyn, tem 11 anos e é autista. Desde bem pequenininha a garota é muito fiel à sua refeição favorita:...

Instagram