Vigia de escola entra para a universidade e sonhar em dar aulas

Sonhando em ser professor, Manoel Castro dos Reis, 60 anos, entrou para a universidade com o objetivo de dar aulas na escola onde trabalha como vigia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele estuda história na Universidade Federal do Tocantins e é vigia de uma escola em Araguaína. Manoel voltou a estudar depois de quase 50 anos longe da sala de aula – saiu da escola quando tinha 13 anos e precisou mudar de cidade.

Leia também:

Pai resolve entrar na faculdade e estudar na mesma sala que filho autista para apoiá-lo

Seringueira se alfabetiza aos 71 anos e agora quer fazer faculdade

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Manoel fez a prova do Encceja, para obter o certificado do ensino médio, e a prova do Enem para alcançar a nota para entrar na faculdade de história. Ele está bastante empolgado com o curso e diz que ainda não consegue acreditar que entrou para a universidade – a ficha ainda não caiu!

“Eu ainda estou vislumbrado, pasmo e admirado. Mas está sendo muito gratificante”, contou o vigia para a reportagem da TV Anhanguera.

Além de estar se preparando para realizar o sonho de ser professor, Manoel vive a experiência de estudar na mesma universidade que o filho. Ítalo Castro foi aprovado para o curso de química e agora compartilha a vida universitária com o pai.

“É muito gratificante ver ele como aluno, conseguindo realizar o sonho dele”, disse o jovem.

Na sala de aula, Manoel aprende, mas também ensina. O vigia aproveita para contar histórias da época que já viveu e contribui para as aulas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O professor mostrou onde a gente podia fazer pesquisa e deu um exemplo: ‘Como pesquisar as roupas que as mulheres usavam na década de 70’. Aí eu disse: ‘Isso não preciso pesquisar professor, eu me lembro como a minha namoradinha se vestia’”, brincou.

Faltam alguns anos para Manoel terminar a faculdade, mas na escola onde trabalha, todo mundo já consegue vê-lo dentro da sala de aula sendo chamado de professor.

crédito da foto: Reprodução/TV Anhanguera

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,261,441SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasil terá banco de células-tronco compatível com 90% da população

As células-tronco podem se transformar em qualquer tecido do corpo humano!

Policial americano auxilia mulher a terminar os últimos 4km de corrida

Asia Ford, moradora de Louisville, vem recebendo atenção da internet por conta da ajuda que teve na corrida Rodes City Run que aconteceu nesse...

Coral de voluntários cantava em hospital quando se deparou com maestro famoso

Pra surpresa do grupo, Isaac Karabtchevsky, que fazia exames de rotina, se ofereceu para reger o coro em uma canção.

[VÍDEO] Idoso passeia com porquinhas em coleira e vira sensação em Santa Catarina

José Lemes, 69 anos, mais conhecido como 'seu Zé', passou a fazer o maior sucesso pelas ruas de Chapecó (SC) desde que adotou suas...

Universidade Federal de Roraima (UFRR) tem o primeiro reitor indígena do Brasil

O novo reitor será importante para ampliar o acesso dos povos indígenas no ensino superior do país, na graduação e pós-graduação. “Queremos, com muito diálogo e com uma gestão compartilhada, trabalhar para ampliar o ensino superior para os povos indígenas”, afirma o reitor.

Instagram