Vizinho mobiliza rede do bem para construir casa de idosos que vivem em pobreza extrema

Clique e ouça:

A casa de “casa” tem absolutamente nada! Seu Tenêncio, 61 anos, e dona Sônia, 60, de Mauá (SP), sustentam a casa deles com pedaços de madeira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A situação do casal, de pobreza extrema, comoveu o morador Weslei Duarte. Ele confirma que a casa, metade de alvenaria, metade de madeira, tem nada de “casa”.

Junto com Weslei, criamos uma vaquinha na VOAA para construir uma casa digna pro casal de idosos. Clique aqui e doe.

O teto é “coberto” por telhas quebradas e cheias de buracos – quando chove, molha a casa toda, inclusive a única cama que eles têm. Aliás, a cama é um colchão que fica sobre duas portas de madeira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Não tem guarda roupas, o pouco de roupas que tem é guardado em sacos e sacolas. Fora conviver com ninho de ratazanas embaixo do cômodo que já cedeu o piso (de barro batido) por conta das escavações dos bichos”, explica Weslei.

cama casal idosos barraco favela
Foto: Reprodução

Vaquinha para construir uma casa digna para seu Tenêncio e dona Sônia. Clique aqui e doe.

Vaso sanitário não tem descarga

O que dizer desse “banheiro”, gente? Meu Deus.

Não tem banheiro, muito menos um chuveiro quentinho. Eles tomam banho de balde e água fria. Como dá pra ver, o vaso sanitário nem descarga tem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vaso sanitário cercado entulhos casa idosos
Foto: Reprodução

E a cozinha? Ela cedeu no barranco, no lugar ficou um buraco, que leva uma corrente de ar fria direto para o quarto de Tenêncio e Sônia.

Não tem fogão, armário, nada, nada! Não é uma casa.

Vaquinha para construir uma casa digna para seu Tenêncio e dona Sônia. Clique aqui e doe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

entulhos quintal casa periferia são paulo
Foto: Reprodução

Panfletagem

Nenhum dos dois têm trabalho fixo, e não é tão cedo que vão conseguir um nessa crise do coronavírus sem hora para acabar. Eles distribuem panfletos e com dinheiro que ganham, compram balas para vender no farol.

“Apesar das dificuldades, a dona Sônia está sempre com um sorriso no rosto e agradecida por tudo junto do seu marido. Queremos só trazer um pouco de dignidade a esta família”, disse Weslei.

casal sorrindo
Seu Tenêncio e dona Ana fazem panfletagem e vendem balas no farol. Foto: Reprodução

Weslei tá disponível para quem quiser conhecer de perto a situação terrível de seu Tenêncio e dona Sônia, mas que você pode ajudar a mudar!

A boa notícia é que falta pouco para batermos a meta da vaquinha. Pouco mesmo!

Vamos construir uma casa digna para seu Tenêncio e dona Sônia? Clique aqui e faça sua doação.

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,568FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,749SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Após humilhação, motoboy ganha mais de R$190 mil em vaquinha, moto nova e é contratado por agência de marketing

Em menos de 24 horas, batemos a meta da vaquinha na VOAA para ajudar o motoboy Matheus a dar a volta por cima, depois...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Instagram

Vizinho mobiliza rede do bem para construir casa de idosos que vivem em pobreza extrema 14