Vizinhos reformam calçadas para menina com ‘ossos de vidro’ ir à escola

Os moradores de um bairro carente de Puerto Iguazú, na Argentina, reformaram várias calçadas em situação precária para uma menina com ossos frágeis ir à escola em segurança.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Milagro Díaz, a ‘Mili’, nasceu com osteogênese imperfeita, uma doença hereditária caracterizada por ossos quebradiços, que se partem com facilidade.

Como sua família não possui veículo próprio para levá-la à escola, a menina precisa ir a pé, passando por calçadas e ruas cheias de pedras e em péssimo estado de conservação.

Sensibilizados com a triste realidade de Mili, seus vizinhos se uniram para reformar as calçadas que levam a menina da porta da sua casa até a sala de aula.

Vizinhos reformam calçadas para menina com ossos de cristal
Foto: El Territorio

Com a ajuda de doações, eles conseguiram todos os materiais necessários para a reforma – especialmente concreto.

Como o trabalho é 100% voluntário, dependendo da disponibilidade de cada morador durante a semana, a expectativa é que até o início do próximo ano letivo tudo esteja pronto para Mili.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Jovem com doença conhecida como ‘ossos de vidro’ se forma em Pedagogia

Elida Maidana, vizinha da menina, relata ter insistido diversas vezes para a Prefeitura de Puerto Iguazú melhorar a infraestrutura das ruas e calçadas, sem sucesso.

Hoje, emocionada, ela agradece a vizinhança pela mobilização do bem.

Vizinhos reformam calçadas para menina com ossos de cristal
Foto: Foto Alerj

Osteogênese imperfeita

A osteogênese imperfeita, conhecida como “doença dos ossos de vidro” (ou de “cristal”), é uma doença de ordem genética e hereditária, marcada principalmente pela fragilidade dos ossos do paciente.

Genes defeituosos afetam a produção de colágeno, uma proteína que ajuda a fortalecer os ossos. A patologia pode ser leve, com algumas fraturas durante a vida da pessoa, mas, em casos mais graves, pode envolver centenas de fraturas que ocorrem sem causa aparente – e com frequência.

Os tratamentos incluem medicamentos de fortalecimento dos ossos, fisioterapia e cirurgia ortopédica.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: H2 Foz

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

985,324FãsCurtir
1,735,582SeguidoresSeguir
8,546SeguidoresSeguir
11,100InscritosInscrever

+ Lidas

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade...

Neto faz “antes e depois” e homenageia avó em seu aniversário de 99 anos

A homenagem de um neto para sua avó no dia do seu aniversário de 99 anos comoveu as redes sociais nesta quinta-feira (13). Iury Neto,...

Instagram