Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca ganha vaquinha para sustento de casa

Para Natalia, de 33 anos, a vida é um desafio que ela supera todos os dias com um lindo sorriso no rosto! 💪🏻

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela possui uma doença chamada artrogripose, uma malformação das articulações que não se desenvolveram corretamente, causando limitação dos movimentos e diminuição da força muscular.

Apesar da condição, Natalia não se sente impedida de cuidar de seus filhos com absoluto zelo: ela os troca, os alimenta e ainda tira tempo para fazer lindos quadros motivacionais usando a própria boca. Isso mesmo, com a boca, gente!

Criamos uma vaquinha para ajudar essa mãe amorosa e sua família a colocar as contas em dia e comprar mais materiais de pintura, de modo que ela e o esposo possam continuar fazendo aquilo que mais amam: pintar. Clique aqui e faça uma contribuição!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por causa da pandemia suas vendas caíram bastante. Com a renda em baixa, a família  acumulou diversas contas em atraso.

O pagamento delas é essencial para que eles retomem a vida e se dediquem aos filhos e ao trabalho artístico.

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Filho também sofre com doenças

Natalia nasceu com uma doença chamada artrogripose, que causa atrofia dos músculos e malformação das articulações. Ela, que mora em Barra Bonita (SP) com seu esposo e dois filhos de 6 e 11 anos, passou por várias cirurgias para conseguir andar. Infelizmente as mãos não tiveram sucesso, pois seus movimentos ainda são bem limitados.

Seu filho caçula, Davi, de seis anos, nasceu com hidrocefalia, tem duas válvulas em sua cabecinha para drenar o líquido. Ele também possui autismo e asma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Natalia teve eclampsia na gestação e 4 convulsões. Como resultado, Davi nasceu prematuro e só pôde conhecer a mãe após 3 dias internado.

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Em 2020, o menino passou muito mal e chegou a perder a consciência. No hospital, os médicos descobriram um problema em sua válvula de drenagem. Sem opções, ele precisou ser submetido a uma cirurgia para instalação de uma segunda válvula.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Há dois anos, Natália precisou deixar seu emprego como auxiliar de escritório para cuidar  em tempo integral de Davi, que andava tendo sucessivas convulsões enquanto ela estava fora trabalhando. 😔

“Foi muito difícil para todos nós, achei que perderia meu filho”, desabafou a mãe, que é casada há doze anos com Willian, 36.

Vamos juntos ajudar a Natalia e sua família? Clique aqui e faça uma doação para a vaquinha!

Aceitamos contribuições via Pix, sem valor mínimo.

Trabalho artístico

O marido sempre lhe deu autonomia e a incentivou a aprimorar seus talentos.

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Willian trabalhava no ramo de funilaria, mas hoje está desempregado devido, consequência da pandemia. É ele quem a ajuda a fazer os quadros maravilhosos que vendem…

O ex-funileiro cuida da pintura enquanto a esposa é responsável pelo lettering (o desenho das letras), que ela faz com a boca.

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Natalia aprendeu a cozinhar, tomar banho, dar comida ao filho, mesmo tendo suas limitações. Faz tudo com ajuda da boca. Ela só não consegue se trocar sozinha, recebendo ajuda do marido ou da filha no dia a dia.

Acesse agora o site da vaquinha e deixe sua doação!

De pouquinho em pouquinho, vamos juntar o suficiente para fazer a diferença na vida dessa família.

Olha esse vídeo dela arrumando a cama:

Além da preocupação diária com o bem-estar do filho, Natalia precisa cuidar da mãe, de 63 anos, que também mora com ela após o diagnóstico de atrofia cerebral. A idosa também necessita de cuidados constantes.

A família mora em casa alugada. Somente Davi e sua mãe recebem benefício, um salário  mínimo cada. Estão com as contas de luz e água em atraso. Davi ainda usa fraldas e toma muito leite.

vaquinha voaa Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca

Em suma, eles precisam de ajuda para com o sustento de casa e também com os materiais de pintura, que vão garantir uma renda mensal extra.

“Eu amo a vida, me amo do jeitinho que sou, amo pintar, amo minha independência… Minhas vendas caíram muito, por isso estamos nessa situação difícil”, disse Natalia.

Que tal encomendar alguns quadros com ela, gente? Você pode enviar uma mensagem no Insta da artista clicando aqui. E enquanto ela produz os quadros, ajudaremos a colocar suas contas em dia e comprar mais materiais!

Clique aqui para acessar o site da vaquinha e deixe uma doação.

Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca ganha vaquinha para sustento de casa 3

Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,806,528SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Da periferia para o mundo: jovem ganha bolsa de estudo na Espanha e faz vaquinha para realizar sonho

Isabela de Oliveira Carvalho, 16, moradora de uma periferia na zona leste de São Paulo, conseguiu, com muito esforço e dedicação, dois cursos e...

Seguidores do Razões se oferecem para pagar inscrição do Enem de quem teve isenção rejeitada

Mas que coisa... Quem precisa da isenção da taxa do Enem não consegue, e quem não precisa consegue? O bom é que a solidariedade...

Jovem de 24 anos cria dispositivo que deve remover 80 mil toneladas de plástico do Pacífico

O jovem holandês Boyan Slat tinha apenas 19 anos quando começou a desenvolver o dispositivo.

Senhora de 79 anos foge de lar para idosos para fazer sua primeira tatuagem

Quando Tony Sellers veio visitar sua mãe em Daleview House, uma casa de cuidados para os idosos, ela não estava lá, tinha fugido. A avó...

Mãe de Santo cria Canal no YouTube para combater o preconceito e se reaproximar do irmão

Porque a falta de informação sempre está na raiz do preconceito.

Instagram

Mãe com atrofia grave que alimenta filho autista com a boca ganha vaquinha para sustento de casa 5