Paranaense precisa de ajuda para fazer cirurgia e retirar 30 kg de tumores nas pernas; saiba como ajudar

Vocês lembram da Karina? Ela tem 31 anos e nasceu com uma doença rara e sem cura chamada neurofibromatose tipo 1 (NF1), uma condição genética que começa discreta com manchas, mas, com o tempo, causa tumores gigantes pelo corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com tumor pesando mais de 30kg em suas pernas, seu sonho é fazer a cirurgia para a retirada dele e ter uma vida mais saudável. Por conta do peso do tumor, Karina possui problemas de coluna (escoliose grave) e está perdendo força ao caminhar.

Criamos uma vaquinha para a Karina na VOAA esse ano e a sua meta foi batida em poucas horas, porém com o aumento do dólar (que aumentou 10% desde julho, chegando a R$ 5,55) e os encargos com IOF (o imposto sobre operações financeiras), o valor arrecadado anteriormente não foi suficiente.

A nova vaquinha é para inteirar o valor da cirurgia, o custo da vinda do médico e uma pinça cauterizadora que o plano não cobre (essa pinça sela os vasos, evitando muito sangramento). Vamos ajudá-la mais uma vez para que finalmente ela possa se ver livre desse tumor e ter qualidade de vida? Clique aqui e faça uma contribuição!

vaquinha voaa karina cirurgia retirada tumores nas pernas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Procedimento de risco

A cirurgia é de grande risco, e com autorização do seu médico, Dr. Alfredo Benjamim Duarte Silva, o médico americano, Dr. McKay McKinnon, virá ao Brasil atender o seu caso e pretende retirar a maior quantidade possível de tumores em novembro deste ano.

vaquinha voaa karina cirurgia retirada tumores nas pernas

Preconceito

Além de toda a dor que enfrenta e da luta para ter uma vida saudável, Karina tem que lidar a vida toda com o preconceito das pessoas.

“Já sofri muito na escola com xingamentos bem ofensivos. Hoje em dia, as pessoas olham muito, e na internet os ataques ficaram maiores depois que postei pela primeira vez sobre o meu problema”, disse.

Bora gente? A gente consegue mais uma vez! ❤️

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Clique aqui para acessar o site da vaquinha e faça já uma doação! Aceitamos contribuições via Pix, sem valor mínimo.

Acompanhamento de uma equipe multidisciplinar

“Depois que a doença começou a se agravar eu tive uma escoliose. Também tenho um glioma do nervo óptico que afetou a minha visão. Sinto fortes dores de cabeça e musculares. O lado esquerdo do meu corpo foi totalmente afetado. Adquiri um problema na tireoide e outro no coração”, diz.

Até 2018, o tratamento da Karina se resumia a cirurgias para a retirada dos tumores. Hoje, além das cirurgias, faz quimioterapia e recebe o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, formada por um cardiologista, neurologista, neurocirurgião, ortopedista e oncologista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vaquinha voaa karina cirurgia retirada tumores nas pernas

“Após a repercussão da minha história e de algumas indicações de médicos, eu consultei com um geneticista, que me pediu inúmeros exames, inclusive um genético. E aí eu comecei a fazer uma terapia-alvo, que é uma quimioterapia em comprimido.”

Os sintomas variam de pessoa para pessoa, portanto, é vital o acompanhamento de uma equipe formada por médicos de diferentes especialidades, reforça a médica oncologista pediátrica do Oncologia D’Or, Dra. Viviane Sonaglio.

vaquinha voaa karina cirurgia retirada tumores nas pernas

“O grande problema da neurofibromatose é a constelação de sinais e sintomas que o indivíduo pode apresentar. Existe uma variação grande, até mesmo dentro de uma mesma família. Muitas vezes, os pais têm uma manifestação clínica e o filho vai ter outra muito diferente”, esclarece.

“Então, sempre é interessante ter um médico central, que consiga organizar o acompanhamento multidisciplinar. O mais importante de ter uma equipe multidisciplinar é que ela converse entre si. O objetivo não é fragmentar o cuidado, mas que cada especialista contribua com a sua especialidade para melhorar a qualidade de vida da criança e da família”, completou.

vaquinha voaa karina cirurgia retirada tumores nas pernas

A vida não precisa ser interrompida

Apesar de todos os desafios da doença, Karina se mantém firme. Dessa forma, ela mostra que a doença não define a pessoa e que, com o tratamento adequado, é possível sonhar e realizar aquilo que se almeja. “Eu gostaria de falar para todas as pessoas com NF1 e seus familiares para nunca desistirem dos seus sonhos, pois todos são capazes. Uma doença não define a pessoa, mas sim a essência dela”, concluiu Karina.

Paranaense precisa de ajuda para fazer cirurgia e retirar 30 kg de tumores nas pernas; saiba como ajudar 2

Maravilhosa! 🍀

Seu sonho é retirar os 30kg de tumor que possui em suas pernas. Para a realização da cirurgia, estamos com a sua vaquinha na Voaa. Clique aqui e saiba como ajudar!

Paranaense precisa de ajuda para fazer cirurgia e retirar 30 kg de tumores nas pernas; saiba como ajudar 3

Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Enfermeiros consolam homem com fobia de agulha para vaciná-lo na Paraíba [VÍDEO]

Brincadeiras à parte, muitos adultos possuem fobia de agulha - uma condição conhecida como 'Aicmofobia'. Esse pavor inconsciente por vezes impede que as pessoas...

Mulher grávida resgata gata na mesma condição e elas dão à luz juntas: ‘Amor de mãe’

A ativista norte-americana Lauren Maners sempre gostou de criar animais, mas ao descobrir que estava grávida de sua primeira filha, Kylie, ela decidiu fazer uma...

Jovem recebe gentileza de estranha e decide agradecer repetindo o gesto

A gentileza faz o ser humano repensar seu lugar no mundo e concluir que ‘estamos todos no mesmo barco’.

DJ Alok doa R$ 30 mil para jovem realizar cirurgia reparadora no rosto

O DJ e produtor de música eletrônica Alok se sensibilizou com a história de uma menina que precisa realizar uma cirurgia de alto custo. Nathalia...

Maestro João Carlos Martins volta a tocar piano com luvas biônicas

Em fevereiro de 2019, o pianista e maestro João Carlos Martins, reconhecido mundialmente como um dos grandes nomes da música clássica, anunciou sua despedida...

Instagram

Paranaense precisa de ajuda para fazer cirurgia e retirar 30 kg de tumores nas pernas; saiba como ajudar 4