Desde os 13 anos jovem resgata animais de rua e vítimas de maus-tratos

Aos 23 anos, seu sonho é comprar um terreno para construir o próprio abrigo. Hoje, num local alugado, ele acolhe mais de 100 animais.


desde 13 anos jovem resgata animais vítimas maus-tratos
PUBLICIDADE ANUNCIE

À frente do Projeto Abrigo Escola, em São José dos Campos, no interior de São Paulo, o jovem protetor Esdras Andrade, 23 anos, sempre foi apaixonado por animais! A sua paixão começou com um curso de adestramento aos 13 anos de idade! O Esdras está na grande missão na compra de um terreno para o Projeto Abrigo, por isso, criamos a vaquinha na Voaa, clique aqui e contribua!

Nesse mesmo período, ele encontrou uma cadelinha atropelada na estrada e achou que ela estava morta. Mas assim que tocou o animal, ouviu um choro. Ele a pegou no colo e levou para casa. E desde então, não parou mais com o resgate de animais abandonados e vítimas de maus-tratos.

Hoje, ele abriga num local alugado, mais de 100 animais, entre cães e gatos. Além do custo do aluguel, mensalmente ele tem muitas despesas com remédios, cirurgias e tratamento deste animais, que muitas vezes são encontrados em condições precárias!

desde 13 anos jovem resgata animais vítimas maus-tratos
Esdras alugou um espaço novo, onde atualmente fica o Projeto Abrigo Escola: lar de mais de 100 animais, entre cães e gatos

Seu sonho é concretizar o projeto Abrigo Escola com a compra de um terreno próprio para construir o espaço para os animais. Até o momento, com a parceria da nutricionista Lara Nesteruk (relembre aqui), ele arrecadou 140 mil reais para a construção da nova sede do Projeto.

Mas ainda falta muito para chegar no valor que ele precisa para esse investimento. Por isso, estamos criamos há dois meses uma vaquinha na VOAA. Porém, restam apenas 7 dias para encerrar a campanha e conseguimos apenas 12% deste valor. Mas ainda dá tempo de mudar esta história, clicando aqui, você ajuda finalmente comprar o terreno!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Esdras Andrade Araujo (@esdras_protetor) em 19 de Jun, 2019 às 5:06 PDT

Resgates feitos com muito sacrifício

Desde que começou esta linda missão, Esdras tem enfrentado muitas dificuldades financeiras. No começo, ele cobrava pelo serviço de adestramento para pagar o tratamento dos animais resgatados.

Mas, por ser um adolescente, nem sempre conseguia fechar a parceria, comenta Esdras. Como no caso do cachorro Guerreiro.

desde 13 anos jovem resgata animais vítimas maus-tratos
Seu primeiro resgate foi aos 13 anos de idade e nunca mais parou!

Esdras encontrou o animal com a boca sangrando. Ele foi a diversas clínicas, mas nenhuma quis trocar o tratamento de Guerreiro por aulas de adestramento. “Eram 18 horas, e eu não tinha conseguido absolutamente nada. Eu tirei uma foto dele e postei em grupos no Facebook”, lembra Esdras.

PUBLICIDADE ANUNCIE

Um homem ligou para Esdras dizendo que bancaria o tratamento de Guerreiro. O cãozinho foi internado, mas, para a surpresa de Esdras, outras pessoas fizeram pequenas doações para o tratamento de Guerreiro. Foi quando surgiu a ideia de criar um grupo no WhatsApp com pessoas interessadas em ajudar animais abandonados: estava plantada a sementinha do Projeto Abrigo Escola.

A procura por um espaço maior e seguro

Dos cães resgatados com o apoio do grupo, Esdras adotou nove. Os cães ficavam no quintal da casa que Esdras dividia com mais quatro pessoas. Até que um dia alguém deixou o portão aberto, e os animais acabaram fugindo. Esdras não estava em casa na hora, mas conseguiu resgatar os cães.

Sabendo que precisava de um espaço maior e mais seguro para esses e outros animais resgatados, Esdras fez uma campanha de financiamento coletivo. Ele conseguiu alugar uma chácara, mas, três meses depois, recebeu uma ordem de despejo, pois não conseguia mais pagar o aluguel. Esdras teve que deixar na casa de amigos os 25 animais que viviam no abrigo.

desde 13 anos jovem resgata animais vítimas maus-tratos desde 13 anos jovem resgata animais vítimas maus-tratos

“Tive que voltar com todos eles. Essa época foi muito difícil. Lá no fundo, eu sabia que [o abrigo] poderia dar certo um dia. Mas muitas pessoas desacreditavam. Eu tive que fazer uma nova campanha.”

Esdras alugou um espaço novo, onde atualmente fica o Projeto Abrigo Escola: lar de mais de 100 animais, entre cães e gatos. O endereço é temporário: Esdras trabalha duro para comprar um terreno e construir um espaço próprio. Ele já tem uma parte do valor, mas falta o restante, que você pode ajudar a acontecer contribuindo aqui.

Resgatando o amor <3

Nós também publicamos uma linda matéria contando o resgate de uma senhora, a dona Cida.

A idosa de 83 anos estava acamada, vivendo em condições insalubres, assim como seus animais de estimação. Através de denúncias de maus-tratos contra os bichinhos, Esdras conheceu Cidinha, e ficou arrasado com o que viu. Muita gente não fazia ideia, mas a idosa também precisava de cuidados. Relembre essa incrível história clicando aqui.

desde 13 anos jovem resgata animais vítimas maus-tratos

“Foi uma luta até convencê-la. Ela dizia que não ficava sozinha, que os bichos subiam na cama, mas eram ratos. Então, eu a abracei como se fosse parte de mim, e fiz tudo o que pude por ela. Em casa, eu conseguia dar atenção pra ela 24 horas por dia”, disse Esdras em conversa com o Razões.

Pelo seu Instagram @esdras_protetor, vocês conseguem acompanhar a luta do Esdras para manter esses animais. É um lindo trabalho que precisa muito da sua ajuda!

Clique aqui e ajude a finalmente comprar o abrigo!

crédito das fotos: Reprodução/Instagram @esdras_protetor

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar