Protetor de animais ‘resgata’ idosa que vivia em condições insalubres e a leva para própria casa

Acostumado a resgatar animais abandonados, ele ‘resgatou’ uma idosa de 83 anos: acamada, abaixo do peso, vivendo numa casa cheia de lixo e infestada por ratos.


À frente do Projeto Abrigo Escola, em São José dos Campos, no interior de São Paulo, o jovem protetor Esdras Andrade, 23 anos, se acostumou a resgatar animais abandonados e vítimas de maus-tratos, aliás, estamos com uma campanha de vaquinha para comprar o terreno do abrigo que ele quer construir, contribua aqui. Mas, em 2017, aconteceu algo inesperado: Esdras ‘resgatou’ a Dona Cida.

A idosa de 83 anos estava acamada, vivendo em condições insalubres, assim como seus animais de estimação. Através de denúncias de maus-tratos contra os bichinhos, Esdras conheceu Cidinha, e ficou arrasado com o que viu. Muita gente não fazia ideia, mas a idosa também precisava de cuidados.

Dona Cida estava abaixo do peso, com um ‘bolor’ na dentadura e até mesmo sarna nos braços. Havia lixo acumulado e entulho por todos os cantos da casa. A cama de Cidinha tinha urina, e tanto a geladeira quanto o banheiro estavam infestados por ratos. Cidinha ficava dias sem tomar banho. 😢

protetor animais resgata idosa
Acamada e abaixo do peso, Cidinha precisava de ajuda. Foto: Instagram @esdras_protetor

Como não tem filhos, dependia da ajuda de vizinhos, mas não era sempre que podia contar com essa ajuda. Esdras levou os animais para o abrigo e passou a ir à casa de Cidinha todos os dias, tentando convencê-la que não era bom ela ficar sozinha. Ele enviou um ofício para a prefeitura pedindo que levassem a idosa para um abrigo.

Porém, Esdras não poderia esperar a prefeitura atender o pedido. Depois de insistir muito, ele convenceu Cidinha a ir para sua casa. Ao mesmo tempo em que cuidavam da idosa, Esdras e voluntários do Projeto Abrigo Escola fizeram um mutirão de limpeza na casa de Cidinha. Também pintaram a casa, mas não havia a menor chance de Cidinha voltar.

protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor

“Foi uma luta até convencê-la. Ela dizia que não ficava sozinha, que os bichos subiam na cama, mas eram ratos. Então, eu a abracei como se fosse parte de mim, e fiz tudo o que pude por ela. Em casa, eu conseguia dar atenção pra ela 24 horas por dia”, disse Esdras em conversa com o Razões.

Esdras fazia de tudo pra facilitar a adaptação de Cidinha. Muito católica, Esdras decorou seu quarto com quadros religiosos, levava a idosa para a Igreja e colocava o DVD do Padre Marcelo Rossi para Cidinha assistir: ela adorava!

protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor
protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor

Foram 51 dias de muito amor e cuidado, até o asilo chamar Dona Cida. A despedida deixou saudades, mas Esdras visita Cidinha sempre que ele pode. “A minha vida é muito corrida, mas sempre que posso eu vou visitá-la. Sempre levo um cachorrinho, não só pra ela, mas também para os outros idosos.”

protetor animais resgata idosa
Esdras promoveu uma verdadeira transformação na vida de Cidinha. Foto: Instagram @esdras_protetor

Adestramento em troca de tratamento para os bichinhos

Desde criança Esdras é apaixonado por animais. Aos 13 anos, fez seu primeiro curso de adestramento de cães. Passado um tempo, Esdras encontrou uma cachorra atropelada na estrada e achou que ela estivesse morta. Mas assim que tocou no animal, ouviu um choro. Esdras pegou a cadelinha e a levou para casa.

Naquele ano, Esdras treinava dois cães: um deles da Bruna Benites, capitã da seleção brasileira feminina de futebol. Sem dinheiro, Esdras pediu a ajuda de Bruna para pagar o tratamento da cadelinha. Gentilmente, Bruna deu para Esdras seu cartão de crédito. Esdras internou a cachorra e decidiu adotá-la, com o nome de Vitória. Esse foi o primeiro resgate de Esdras e ele não parou mais. E agora ele quer comprar um terreno para construir o próprio abrigo, contribua aqui.

protetor animais resgata idosa
Bruna pagou o tratamento da cadelinha Vitória, o primeiro animal resgatado por Esdras. Foto: Instagram @brunabenites

A falta de dinheiro continuava sendo um problema. Esdras pensou bem e teve a brilhante ideia de oferecer aulas de adestramento a clínicas veterinárias em troca de tratamento para os animais resgatados. Mas, por ser um adolescente, nem sempre conseguia fechar a parceria, comenta Esdras. Como no caso do cachorro Guerreiro.

Esdras encontrou o animal com a boca sangrando. Ele foi a diversas clínicas, mas nenhuma quis trocar o tratamento de Guerreiro por aulas de adestramento. “Eram 18 horas, e eu não tinha conseguido absolutamente nada. Eu tirei uma foto dele e postei em grupos no Facebook”, lembra Esdras.

protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor

Um homem ligou para Esdras dizendo que bancaria o tratamento de Guerreiro. O cãozinho foi internado, mas, para a surpresa de Esdras, outras pessoas fizeram pequenas doações para o tratamento de Guerreiro. Foi quando surgiu a ideia de criar um grupo no WhatsApp com pessoas interessadas em ajudar animais abandonados: estava plantada a sementinha do Projeto Abrigo Escola.

Da ordem de despejo a uma sede própria

Dos cães resgatados com o apoio do grupo, Esdras adotou nove. Os cães ficavam no quintal da casa que Esdras dividia com mais quatro pessoas. Até que um dia alguém deixou o portão aberto, e os animais acabaram fugindo. Esdras não estava em casa na hora, mas conseguiu resgatar os cães.

Sabendo que precisava de um espaço maior e mais seguro para esses e outros animais resgatados, Esdras fez uma campanha de financiamento coletivo. Ele conseguiu alugar uma chácara, mas, três meses depois, recebeu uma ordem de despejo, pois não conseguia mais pagar o aluguel. Esdras teve que deixar na casa de amigos os 25 animais que viviam no abrigo.

protetor animais resgata idosa
Esdras teve momentos difíceis à frente do abrigo, mas não desistiu dos animais. Foto: Instagram @esdras_protetor 💪

“Tive que voltar com todos eles. Essa época foi muito difícil. Lá no fundo, eu sabia que [o abrigo] poderia dar certo um dia. Mas muitas pessoas desacreditavam. Eu tive que fazer uma nova campanha.”

Esdras alugou um espaço novo, onde atualmente fica o Projeto Abrigo Escola: lar de mais de 100 animais, entre cães e gatos. O endereço é temporário: Esdras trabalha duro para comprar um terreno e construir um espaço próprio. Ele já tem uma parte do valor, mas falta o restante, que você pode ajudar a acontecer contribuindo aqui.

protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor
protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor
protetor animais resgata idosa
Foto: Instagram @esdras_protetor

Vaquinha do Razões: Voaa!

Para isso, Esdras criou uma vaquinha online e conta com o apoio de parceiros do abrigo, como a nutricionista Lara Nesteruk (relembre aqui). Lara arrecadou 140 mil reais para a construção da nova sede do Projeto Abrigo Escola. Clicando aqui, você ajuda finalmente comprar o terreno!

 



PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar