Após um ano, tatuador consegue ouvir pela primeira vez a esposa e se emociona

Muito emocionado, tatuador publica vídeo em que a esposa fala pela primeira vez em um ano. Dani ficou tetraplégica e perdeu a voz após um tumor no sistema nervoso.


Após um ano, tatuador consegue ouvir pela primeira vez a esposa e se emociona. “Obrigado homem da poh*”
PUBLICIDADE ANUNCIE

“Obrigado, homem da poh*”. Foi com muito bom humor que a Danielly, esposa do tatuador Jimme, disse as suas primeiras palavras após um ano sem se comunicar. O resultado disso? Muita emoção, é claro! (separe o lencinho, sério!). 😭

Esse avanço na vida deles foi graças a ajuda de vocês! ❤ Lançamos há dois meses a vaquinha para ajudá-los e em menos de 24h batemos a meta! E foi com o dinheiro da vaquinha da VOAA que o tatuador conseguiu investir num computador que auxiliasse a Dani na comunicação. 

Nesta semana, completou um ano desde que a Dani fez a cirurgia de retirada de um tumor no sistema nervoso e ficou com as sequelas. E, coincidentemente, foi nessa mesma semana que ela falou pela primeira vez.

Segundo Jimme, a resposta da esposa para a pergunta “o que ela tem a dizer desse um ano”, o impressionou demais.

Após um ano, tatuador consegue ouvir pela primeira vez a esposa e se emociona 1

“Está sendo emocionante ver ela se expressar. Eu não esperava um obrigado, sabe? Pouca gente sabe, mas a Dani é palhaçona, então essas palavras é ela toda”, disse Jimme rindo.

Ele relatou também que as duas filhas pequenas do casal estão adorando ouvir a mamãe: “Elas estão se divertindo demais! O dia todo a gente ri com a Dani”.

Separe o lencinho e assista esse momento:

Relembre a história de superação e amor do tatuador e sua esposa

A história do Jimme e da Dani chegou até nós há uns dois meses após um vídeo dele maquiando a esposa viralizar. Eles são de Senador Canedo, Goiás, e há um ano, a Dani fez uma cirurgia de emergência para a retirada de um tumor no sistema nervoso.

Dá play no vídeo:

View this post on Instagram

“A Dani sempre amou maquiagem!! Ela é daquelas que desenhava bem o olho e passava um batom, sabe? E eu acho que isso faz falta no dia a dia dela, por isso faço questão de maquiá-la todos os dias! É do meu jeito, para você ter ideia, o meu blush é o próprio batom. Mas é feito com muito amor”. ❤ . Gente, quando vimos esse vídeo do tatuador Jimme e conhecemos melhor a sua história ao lado da esposa Dani, de 24 anos, ficamos muito, mas muito emocionados e tocados com o amor deles. 🌹 O casal é de Senador Canedo, Goiás e há 10 meses, um tumor no sistema nervoso da Dani colocou a vida deles de ponta cabeça. E sabe o que tem dado forças a eles? O amor puro e verdadeiro. . “A minha esposa entrou no hospital falando e andando para a cirurgia e há 10 meses que não ouço mais a voz dela conversando com as nossas filhas e me chamando. Acredito que o amor cura… por isso doarei minha vida para que ela saia dessa condição logo!”. . Após a cirurgia, a Dani ficou tetraplégica. Ela respira somente com ajuda de aparelhos e não fala. Depois de muita luta, Jimme conseguiu trazê-la há um mês para casa, adaptou o quarto para cuidar dela e desde então, ele e as filhas têm enfrentados esta situação juntos. . Não tem sido fácil, sozinho e sem trabalho, ele tem custos altíssimos com o tratamento da Dani. Sua outra necessidade é conseguir pagar profissionais, como enfermeiras, para ajudá-lo com os cuidados da esposa e com exames, para o acompanhamento do caso dela. . “A Dani precisa de cuidados técnicos, e eu não tenho esse conhecimento, a vida dela corre risco, porque eu não sei achar uma veia numa emergência, sabe? Ela precisa de uma atenção especial e por 24h. Ela precisa fazer fisioterapia, outros exames, para a evolução dela, mas os custos são altos. Isso deveria ser uma obrigação do Governo, mas não é bem assim que funciona”, desabafou. . Essa história mexeu demais com a gente, e portanto, criamos uma vaquinha na @voaa_vaquinhadorazoes para ajudá-los! O Jimme precisa de suporte para que consiga voltar a trabalhar e dar também atenção as suas filhas. . Clique no link da bio e contribua! 🙏🏻 . @jimme_tattoo

A post shared by voaa – a vaquinha do razões (@voaa_vaquinhadorazoes) on

Após a cirurgia, a esposa do Jimme ficou tetraplégica e perdeu a voz. Casados há 8 anos, Jimme e Dani tiveram as filhas Maria Luiza, 5 anos, e Maria Eduarda, 3 anos.

Hoje, ele tem custos altíssimos com o tratamento da Dani, cerca de 4 mil reais mensais com medicamentos, aparelhos, fraldas, alimentação, aluguel, exames e médicos.

tatuador com a esposa e filhas
Foto: Arquivo Pessoal

Com a vaquinha, ele conseguiu contratar enfermeiras, está procurando novos tratamentos para a Dani e a família está tendo uma qualidade de vida bem melhor!

A comunicação da Dani foi só o primeiro passo de muitas conquistas do casal. Obrigado, gente! Seguimos acreditando!🙏

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.
PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar