Você sabia que o captcha que você digita na internet pode ajudar a mudar o mundo?

Tempo atrás, o Captcha, aquelas palavras que digitamos antes de baixar alguma coisa ou verificação de contas, não tinham utilidade nenhuma além de evitar fraudes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Percebendo isso, um dos inventores da ferramenta, Luis von Ahn, resolveu dar outra utilidade para o Captcha. Quando você digita uma palavra nesta ferramenta, você pode estar ajudando a digitalizar livros.

O que? Como assim?

Sim, se você perceber que o Captcha que está escrevendo é do projeto ReCaptcha, você está ajudando a digitalizar livros para o computador.

Para entender: há um processo automático que digitaliza as obras para um formato digital, mas o sistema do computador tem dificuldades em ler algumas palavras de livros mais antigos. Assim, essas palavras que o sistema não compreende são jogadas no Captcha, nós as reconhecemos e ajudamos o mundo a ter mais livros digitais. Legal né?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para saber que o que escrevemos está correto, eles disponibilizam duas palavras: uma que o computador sabe e outra que ele não compreende. Ao acertar a que o computador já sabe, ele automaticamente entende que você também acertará a que ele não entende.

São mais de 200 milhões de ReCaptchas resolvidos todos os dias, o que dá cerca de 5 milhões de livros por ano. Isso tudo está explicado no vídeo abaixo, em que Luis também fala sobre outro projeto colaborativo para aprender novas línguas: é o Duolingo. Veja a apresentação dele no TEDxCMU:

Ctrl + C Ctrl + V do site Engenharia É

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,577,517SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante de design cria linha de roupas para refugiados sírios

A estudante Angela Luna queria que seu projeto para a Parsons School of Design ajudasse refugiados sírios. Após acompanhar tantas notícias tristes sobre o que...

Mãe envia jantar e emociona filha em pleno voo

Essa ação me lembrou um pouco quando saí da casa dos meus pais e vim pra São Paulo, eles preferiram não ir ao aeroporto...

Inspirada pela mãe, menina de 7 anos já quer ser empreendedora e ajudar em casa

Quem quando criança não quis brincar de ter seu próprio negócio, fingir que é vendedor? Eu adorava! Para Luiza Cristina, de 7 aninhos, o...

Dupla sertaneja de Minas promove a inclusão com clipe para surdos

A dupla sertaneja Cezzar & Rodolfo de Minas Gerais tem se destacado nas redes sociais pelo trabalho que vem realizando em prol da inclusão....

Cachorros dormem fora de hospital por semanas para visitar paciente

Uma história emocionante sobre fidelidade! <3

Instagram