Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lá se vão quase 80 anos, hoje, Blandina tem uma nova missão, e seus 94 anos nem de longe são um problema!

jovem sorrindo
Dona Blandina novinha. Foto: Arquivo pessoal

Ela é uma das voluntárias mais queridas e atuantes do grupo Ajude de Casa RJ, que confecciona protetores faciais de acetato (o tal do Face Shield) e máscaras de TNT para médicos, enfermeiros e outros profissionais de hospitais públicos do Rio de Janeiro.

Vaquinha para comprar próteses para idoso que perdeu braços em acidente de trabalho. Clique aqui e doe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dona Blandina diz que na época da Guerra podia fazer mais, mas está sendo modesta, acredite! Ela e a americana Teresa Provo, que costura máscaras para doar ao som de Beatles, poderiam ser mais que amigas, friends – literally! 🤗

voluntária produzindo protetores faciais profissionais saúde
Produção a mil!! Foto: Arquivo pessoal

“Naquela época eu podia fazer mais. Neste momento minha atuação é praticamente nenhuma. Mas naquilo que eu posso ajudar eu estarei disponível.”

E faz com o coração, viu?! Faz porque gosta, de outra forma, não faria. E diz mais: não gosta de ficar à toa.

“Eu quis fazer porque não gosto de ficar à toa 😅 . Outra coisa que eu achei é que aquilo que eu tava fazendo era uma coisa muito importante. Então, eu fiz com muito carinho, muito amor. Tudo o que fiz foi com muito amor. Por que, assim, quando não vejo objetivo, eu não gosto de fazer.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Grupo Ajude de Casa RJ

O grupo é uma das muitas iniciativas que surgiram país afora para ajudar profissionais de saúde no combate ao coronavírus.

Eles não tão pra brincadeira: já doaram 21.500 protetores faciais para 82 hospitais, UPAs e clínicas, além de 6.900 máscaras descartáveis, em dois meses. A meta é chegar a 30 mil protetores faciais e 15 mil máscaras.

Coisa pra caramba, né? Mas eles querem fazer muito mais!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Protetor Facial/Máscara TNT (@ajude_de_casa_rj) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Protetor Facial/Máscara TNT (@ajude_de_casa_rj) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Protetor Facial/Máscara TNT (@ajude_de_casa_rj) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Protetor Facial/Máscara TNT (@ajude_de_casa_rj) em

Dona Blandina dá valor e pede para que mais projetos como esse sejam divulgados para terem mais apoio. Manda a letra, dona Blandina:

“Seria ótimo as pessoas olharem pro trabalho de quem está realizando alguma coisa. É importante isso porque a sociedade precisa mais do que nunca disso. Já que estamos tão separados, nós precisamos de coisas que captam aquilo que a gente tem de útil para dar.”

Disse tudo, aplausos!!

voluntária produzindo protetores faciais profissionais saúde
Dona Blandina concentradíssima! Foto: Arquivo pessoal

Quer se juntar à dona Blandina? Entre em contato com o pessoal do projeto pelo Instagram, e vumbora!

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

conteúdo original

*Textinho feito com amor e a colaboração de uma das organizadoras do Ajude de Casa RJ Paula Lima.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,640,029SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Engenheiro que virou ‘lixeiro’ cria negócio que revoluciona o mercado da reciclagem

Em um país onde apenas 4% do lixo é reciclado, o engenheiro de materiais Henrique Guilherme Brammer Jr aceitou o desafio de desenvolver um...

Refugiada nadou três horas para salvar a vida de 18 pessoas um ano antes da Olimpíada

A nadadora síria Yusra Mardini não conseguiu se classificar para a semifinal dos 100m borboleta na Olimpíada Rio 2016. O tempo de 1:09.21 só...

Empresário quita contas de energia atrasadas de creche comunitária em Florianópolis (SC)

Uma creche comunitária de Florianópolis (SC) que estava sem energia elétrica há semanas teve seu padrão religado após receber a doação anônima de um...

Garoto de 8 anos constrói centro de doação de alimentos na Inglaterra

A mãe do pequeno Ronnie Hazlie, 8 anos, disse que ele “não conseguia acreditar que algumas pessoas não têm comida”. Ciente de que muitas pessoas...

Ator dá lição sobre como os pais devem agir com seus filhos diante de birra

Pais que deixam uma criança espernear e gritar por birra em público sem interferir, podem ser considerados sem educação por grande parte das pessoas....

Instagram