Voluntários ajudam pessoas a acessarem auxílio emergencial: ‘exercitar a empatia e o amor’

Muita gente está cheia de dúvidas ou tem dificuldades técnicas para conseguir o auxílio emergencial do governo de R$ 600.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É o caso dos idosos e daquelas pessoas que nem internet tem para solicitar o benefício pelo aplicativo ou pelo site da Caixa Econômica Federal.

É para ninguém ficar perdido que nasceu o Juntos por Direitos. Mais um projeto maravilhoso (bota necessário nisso!) do Atados, iniciativa que conecta pessoas a oportunidades de voluntariado.

banner projeto orientações auxílio emergencial
Imagem: Atados

Um time de voluntários foi treinado para tirar todas as dúvidas sobre o ‘coronavoucher’, do cadastramento até o recebimento da ajuda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A pessoa preenche um formulário (é bem rapidinho!) e o Atados faz a conexão com um voluntário, que “devorou” o trâmite do auxílio emergencial.

“Nós acompanhamos todo o trâmite do projeto da Renda Básica Emergencial, somos um dos assinantes da campanha, e sabíamos que muitos precisariam de algum apoio para acessar o auxílio, fosse por falta de internet, ou confusão com os milhares ‘termos técnicos’ ou mesmo a burocracia pública que todos nós conhecemos”, explica Beatriz Basile, coordenadora do Juntos por Direitos.

Vaquinha para reformar casa de técnico de enfermagem que dormia em terraço para não contaminar a mãe. Clique aqui e contribua.

“Os atendimentos vão desde dúvidas específicas do passo a passo, ou de dúvidas quanto à regularização de documentos, para fazer junto o passo a passo, ou apenas dar um apoio para aqueles que diante da necessidade estavam ansiosos para receber o dinheiro”, completa.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Atados – Juntando gente boa (@atados) em

O que diz uma voluntária

Conversamos com a voluntária Amanda Cândida de Souza Nogueira. Ela contou pra gente como tem sido fazer parte dessa rede do bem.

“Poder ajudar alguém que está passando por dificuldade nesse momento é muito gratificante. Penso que hoje mais do que nunca é muito importante que a gente pense no próximo. qualquer ajuda que seja, nessa fase tão delicada que estamos vivendo, faz a gente exercitar a união, a empatia e o amor ao próximo.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Líderes comunitários e ONGs podem se juntar à Amanda, já que estão próximos ao público em vulnerabilidade que precisa da Renda Básica Emergencial. Para fazer parte, basta preencher um formulário.

selo conteúdo original

Foto de capa: Dragana_Gordic/Freepik

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM








Voluntários ajudam pessoas a acessarem auxílio emergencial: 'exercitar a empatia e o amor' 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,144,388SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Mostra fotográfica quer mudar o olhar que as pessoas têm das favelas do Rio

Quem visitar a mostra “Favelagrafia”, no Museu de Arte Moderna, no Rio de Janeiro, até o dia 4 de dezembro, vai mudar esse olhar das comunidades, através de seus próprios moradores, que conhecem melhor do que ninguém a realidade do lugar onde vivem.

Mães de creche compram pipoca antecipadamente para ajudar pipoqueiro no RJ

As medidas para conter a proliferação do coronavírus atingem a todos nós, e talvez mais ainda quem trabalha na rua. Com a população isolada em...

Ciclovia de plástico reciclado que armazena água da chuva é inaugurada no México

Foi inaugurada a primeira ciclovia de plástico da América Latina, localizada na segunda seção da Floresta de Chapultepec, na Cidade do México. O piloto...

Nova Rebeca Andrade? Menina de 12 anos que treina ginástica em laje do Borel ganha vaquinha

Debaixo de um sol escaldante no Morro do Borel, na Tijuca, zona norte do Rio, a estudante Ana Luísa, de 12 anos, foi filmada...

Instagram

Voluntários ajudam pessoas a acessarem auxílio emergencial: 'exercitar a empatia e o amor' 4