Voluntários ajudam pessoas a acessarem auxílio emergencial: ‘exercitar a empatia e o amor’

Muita gente está cheia de dúvidas ou tem dificuldades técnicas para conseguir o auxílio emergencial do governo de R$ 600.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É o caso dos idosos e daquelas pessoas que nem internet tem para solicitar o benefício pelo aplicativo ou pelo site da Caixa Econômica Federal.

É para ninguém ficar perdido que nasceu o Juntos por Direitos. Mais um projeto maravilhoso (bota necessário nisso!) do Atados, iniciativa que conecta pessoas a oportunidades de voluntariado.

banner projeto orientações auxílio emergencial
Imagem: Atados

Um time de voluntários foi treinado para tirar todas as dúvidas sobre o ‘coronavoucher’, do cadastramento até o recebimento da ajuda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A pessoa preenche um formulário (é bem rapidinho!) e o Atados faz a conexão com um voluntário, que “devorou” o trâmite do auxílio emergencial.

“Nós acompanhamos todo o trâmite do projeto da Renda Básica Emergencial, somos um dos assinantes da campanha, e sabíamos que muitos precisariam de algum apoio para acessar o auxílio, fosse por falta de internet, ou confusão com os milhares ‘termos técnicos’ ou mesmo a burocracia pública que todos nós conhecemos”, explica Beatriz Basile, coordenadora do Juntos por Direitos.

Vaquinha para reformar casa de técnico de enfermagem que dormia em terraço para não contaminar a mãe. Clique aqui e contribua.

“Os atendimentos vão desde dúvidas específicas do passo a passo, ou de dúvidas quanto à regularização de documentos, para fazer junto o passo a passo, ou apenas dar um apoio para aqueles que diante da necessidade estavam ansiosos para receber o dinheiro”, completa.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Atados – Juntando gente boa (@atados) em

O que diz uma voluntária

Conversamos com a voluntária Amanda Cândida de Souza Nogueira. Ela contou pra gente como tem sido fazer parte dessa rede do bem.

“Poder ajudar alguém que está passando por dificuldade nesse momento é muito gratificante. Penso que hoje mais do que nunca é muito importante que a gente pense no próximo. qualquer ajuda que seja, nessa fase tão delicada que estamos vivendo, faz a gente exercitar a união, a empatia e o amor ao próximo.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Líderes comunitários e ONGs podem se juntar à Amanda, já que estão próximos ao público em vulnerabilidade que precisa da Renda Básica Emergencial. Para fazer parte, basta preencher um formulário.

selo conteúdo original

Foto de capa: Dragana_Gordic/Freepik

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cartilha em Braille sobre câncer de mama orienta mulheres deficientes visuais na Paraíba

Um trabalho desenvolvido em Campina Grande, na Paraíba, tem orientado mulheres deficientes visuais sobre o câncer de mama com uma cartilha em Braille. O projeto foi desenvolvido...

Estudante de veterinária adota cãozinho que salvou com parada cardíaca e escolhe nome em enquete

Minha gente, o Lucas adotou o cãozinho que ele salvou com uma parada cardíaca na semana passada! O doguinho apareceu na rua do estudante de...

Deputado rejeita auxílio-moradia e divide “república” com funcionários

O deputado estadual mineiro Noraldino Junior (PSC) divide uma “república” com mais seis funcionários, abrindo mão de receber quase R$ 5 mil. “É a nossa...

Amigos vestem o mesmo look para mostrar que são iguais

"Obviamente, duas crianças muito diferentes, mas Myles não viu isso. O mundo seria um lugar muito melhor se todos pudéssemos vê-lo através dos olhos das crianças de 5 anos", disse a mãe de um dos meninos.

Cachorro vira melhor amigo de menino autista sensível a pelos

Luiz é autista e não tem uma boa relação com os animais por conta de sua alta sensibilidade aos pelos. No entanto, curiosamente, o menino...

Instagram

Voluntários ajudam pessoas a acessarem auxílio emergencial: 'exercitar a empatia e o amor' 3