Voluntários ajudam pessoas com mais de 45 anos a voltar ao mercado de trabalho

Se você já passou dos 40 ou 50 anos e está desempregado, deve sabe o quanto é difícil arrumar um emprego novo nessa faixa etária, né?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O mercado está em constante mudança mais ainda com a crise do coronavírus e grande parte desse pessoal acaba sendo dispensado das empresas.

O que fazer então para evitar que os mais experientes fiquem sem trabalhar? Uma iniciativa bastante legal está sendo desenvolvida em São Paulo: o Colab 50

A ideia partiu exatamente de quem chegou na fase dos 40. A especialista em desenvolvimento de carreira Lilian Sanches percebeu que estava perto da “aposentadoria expulsatória”, como ela mesma brinca, e decidiu fazer algo a respeito. 

Criadora do projeto que reinsere idosos no mercado de trabalho através da ajuda de voluntários
Lilian Sanches é especialista em desenvolvimento de carreira. Foto: Colab50

“Há uma exclusão mesmo desses trabalhadores. Eles deixam de ser aproveitados nas empresas e isso acarreta problemas sérios a essas pessoas, como depressão. E as empresas perdem em experiência, maturidade”, disse.

Relacionado: Experiência com voluntariado pode te ajudar a conseguir primeiro emprego

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É bem isso mesmo, Lilian. Uma pesquisa feita pelo Centro Internacional sobre o Envelhecimento, da Espanha, no ano passado, mostrou que 58% dos desempregados com mais de 55 anos não acreditam mais que vão voltar a trabalhar.

Virando o jogo

Para mudar essa realidade, em parceria com a Gooders, plataforma que recompensa ações do bem, a Lilian criou o Colab 50. O projeto vai preparar profissionais entre 45 e 60 anos que estão desempregados para voltar pro batente.

E como isso vai acontecer? 

Os profissionais se cadastram na plataforma e fazem cursos de preparação para o novo momento do mercado de trabalho. Depois, o Colab 50 encaminha esses profissionais para as empresas parceiras do projeto. Demais, fala aí!

As capacitações são sobre novas tecnologias, empreendedorismo e novas formas de trabalho. O objetivo é fazer com que eles sejam também contratados como Pessoa Jurídica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“As empresas estão cada vez mais jovens e, às vezes, falta uma pessoa com maturidade, equilíbrio emocional, para ajudar na tomada de decisões. Por isso, os nossos seniores podem se tornar consultores e não somente empregados das empresas”, disse Lilian.

Idosa de óculos escuro fazendo expressão descolada através de gesto
Profissionais experientes vão passar por transformação. Foto: Colab50

Além disso, tem a questão financeira, como explica Lilian. 

“Muitos desses trabalhadores são dispensados porque se tornam caros para as empresas. Então, atuando como prestadores de serviço que atuam pontualmente em algumas ocasiões, eles emprestam a sua expertise para essas corporações, e custam menos do que se fossem funcionários”. 

Bom negócio pra todo mundo!

Relacionado: Após diagnóstico de autismo, empreendedor criou um dos maiores negócios de impacto social no país

Voluntários realizam capacitações e são recompensados

Os professores são voluntários e eles também ganham benefícios da Gooders! Gente, é uma rede onde todo mundo sai ganhando!

O Colab 50 conta com 12 voluntários e por isso é gratuito. Tem voluntários no cadastro e acolhimento dos participantes, nas mídias sociais e na comunicação, na tecnologia, no administrativo e organização dos conteúdos dos cursos.

As aulas são online e, passado o distanciamento social causado pela pandemia de Covid-19, vão ser presenciais também.

Logomarca do Colab50
Foto: Colab50

“A expectativa de vida está aumentando e na contramão, a empregabilidade dos mais velhos está caindo. Por isso, esse projeto é essencial, porque o trabalho garante a renda, eleva a autoestima. Não é só uma questão de ocupação, mas de dignidade”, finalizou Lilian.

Nossa, já amo o Colab 50! Para ser voluntário e saber mais sobre o projeto, inscreva-se no site da Gooders  e acompanhe as novidades pelo Instagram, Facebook e Linkedin.

Foto de capa: Colab 50

Relacionados

Motoboy que carregou no colo desconhecida em chuva ganha moto nova

Gentileza gera gentileza! Após ser filmado carregando uma desconhecida no colo debaixo de uma forte chuva que alagou as ruas do bairro Pinheiros, em...

Professor cria ‘moeda’ para incentivar boas atitudes de alunos

Acumulando boas atitudes, os alunos podem usar a sua moeda fictícia para comprar brinquedos e outros itens nas feiras culturais da escola!

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,026,653FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,997SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ DO CANAL

Psicólogo já incluiu mais de 6 mil profissionais de grupos minorizados no mercado de trabalho

Há algum tempo falar sobre diversidade e inclusão no mercado de trabalho era uma coisa utópica. Mas hoje empresas de todos os tamanhos conseguem enxergar...

Hospital promove Dia do Abraço virtual para curar crianças com câncer

Antes da pandemia do coronavírus, você via muitos abraços no ITACI, hospital público de referência no tratamento do câncer infantil e outras doenças hematológicas...

A importância de transformar a onda de solidariedade em uma cultura da doação

Uma pesquisa recente do Google Trends revelou o que a gente até já suspeitava: nunca na história houve tantas buscas de “como ajudar”. Gente do...

Psicólogos atendem online e de graça mães de crianças com deficiência

O momento é certamente um dos mais desafiadores da humanidade. E particularmente desafiador para mães de crianças com deficiência. Na plataforma da Gooders, startup que...

Iniciativas que combatem efeitos da pandemia para você conhecer e apoiar

Todo mundo já conhece bem os efeitos negativos da pandemia. Ao mesmo tempo, não falta gente disposta a amenizar esses efeitos. A solidariedade está fazendo...

Instagram