Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’

O consumo de drogas na gravidez pode deixar sequelas graves na saúde dos bebês. Isso não é nenhuma novidade, mas ainda existem mães que fazem uso de drogas na gestação. O efeito mais perverso disso é o vício do bebê na substância consumida pela mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Escute essa matéria essa matéria enquanto você vê as fotos! Clique no play acima!

O número de bebês que nascem ‘viciados em drogas’ nos Estados Unidos ligou o sinal vermelho nas maternidades de todo país. Desde os primeiros dias, as crianças enfrentam dificuldades para lidar com a abstinência. Sintomas como diarreia, tremedeira, vômito, choro e dores incessantes são comuns nos bebês de mães viciadas em heroína e analgésicos, segundo informações do Hypeness.

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’ 3

Algumas crianças precisam tomar doses decrescentes de morfina para aliviar os sintomas, até que seus organismos se acostumem com a falta das substâncias. As enfermeiras de uma maternidade na Filadélfia disseram que os bebês com a síndrome de abstinência neonatal ficam mais tranquilos quando estão no colo e recebem carinho e afeto. Por isso, vários hospitais criaram programas para que voluntários doem carinho aos pequenos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A iniciativa é de extrema importância para a saúde dos bebês, já que eles ficam internados durante vários meses até que as substâncias saiam de seus organismos. Além disso, muitas mães e pais perdem o direito da guarda devido ao abuso de drogas, ou estão em tratamento para se livrarem do vício. Como o número de enfermeiras é pequeno, os “doadores de carinho” são verdadeiros anjos para os pequenos.

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’ 4

A conta é simples: quanto mais carinho os bebês recebem, menos medicamentos eles precisam tomar para controlar os sintomas da abstinência, o que ajuda a diminuir o tempo de internação. Os médicos e psicólogos envolvidos no programa destacam que é importante que os bebês se sintam confortáveis e protegidos com os pais ou cuidadores já nas primeiras fases da vida, pois isso tem um impacto positivo no seu desenvolvimento emocional.

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’ 5

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’ 6

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’ 7

Fotos: Reprodução

[Nota da Redação]

Acreditamos que a tecnologia pode proporcionar momentos inesquecíveis, como a realização de assistir uma apresentação de balé ou viajar para a Espanha, tudo isso é possível através da realidade virtual. Assista a experiência que levamos a uma casa de repouso de São Paulo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dona Gilda relembra a época de costureira e reproduz o vestido do filme “E o Vento Levou” com a ajuda da realidade virtual. Assista!

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idoso que sofreu AVC volta a conversar após ver seu doguinho

A equipe médica conta que quando chegou, o cãozinho Phoebe abanou o rabo alegremente e depois se apoiou nas pernas de seu tutor, que não via há algum tempo.

Jovens compram 35 toneladas de alimentos pra quem precisa e fortalecem comércio local

Uma turma de jovens do distrito de São José da Mata (PB) está fazendo a diferença em meio à pandemia no quesito consciência e...

Programa literário reduz 4 dias de pena para cada livro lido por detentos no país

Os presos conseguem diminuir quatro dias da pena para cada livro que leem.

Taylor Swift doa 150 mil dólares para fã conseguir pagar tratamento de câncer

É sempre bom ler histórias de pessoas famosas que fazem o bem, ainda mais para seus fãs, que são o que mais importam, principalmente...

Marcos Mion cede seu perfil no Twitter para o Razões para Acreditar e informações sobre autismo

Como a gente fica honrado! O Marcos Mion e seu filho, Romeo, que tem autismo, já passaram aqui no Razões algumas vezes, ensinando, emocionando...

Instagram

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’ 8