Voluntários produzem 1.000 máscaras e doam para hospitais e abrigos de Dourados (MS)

A escassez de máscaras de proteção nas farmácias e mercados de Dourados (MS) motivou 30 voluntários a confeccionar máscaras reutilizáveis de tecido para serem doadas a abrigos, postos de saúde e a profissionais da segurança pública para a prevenção do coronavírus (Covid-19).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto Corrente do Bem foi criado pela advogada Bárbara Palomanes Rasslan. Há alguns dias ela saiu para comprar máscaras de proteção para sua família, mas não encontrou o produto.

A advogada então confeccionou o material e compartilhou o resultado nas redes sociais, motivando outras pessoas a fazerem o mesmo.

Voluntários produzem máscaras doam para hospitais abrigos
Foto: Arquivo pessoal

Com a ajuda de uma amiga, Bárbara escolheu a matéria-prima ideal – um tecido resistente e capaz de barrar bactérias e vírus, sem atrapalhar a respiração das pessoas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A opção mais viável foi utilizar duas camadas de TNT grosso que revestem um feltro fino que não tem contato com a pele dos usuários. “Diante do resultado positivo eu comprei o material e fiz uma primeira leva de 65 máscaras e distribuí no Lar dos Idosos”.

“Postei algumas fotos e uma amiga minha, a Simone Espinoza viu e abraçou a causa. Com a ajuda dela e de outros voluntários foi criado um grupo de Whatssapp e a rede de colabordores ampliou. Costumo dizer que não são só voluntários, mas sim anjos que se propuseram a trabalhar para ajudar o próximo”, contou.

Voluntários produzem máscaras doam para hospitais abrigos
Foto: Arquivo pessoal

As máscaras são distribuídas por agentes da Guarda Municipal de Dourados, priorizando os principais grupos de risco. Até agora, mais de 1.000 máscaras foram produzidas pelo Corrente do Bem.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Estou muito feliz porque quando comecei cheguei e me sentir sozinha nesse projeto, mas começaram a aparecer pessoas, que não me conheciam, mas que acreditaram na proposta e começaram a ajudar. Hoje conseguimos fazer cerca de 200 máscaras por dia, sem receber nada em troca. Tudo isso por puro voluntariado e pelo prazer de ajudar o próximo”, afirmou Bárbara.

Iniciativas para ajudar

Listamos outras 10 iniciativas em meio ao coronavírus para acalentar o seu coração, clique aqui.

Também reunimos diversos serviços gratuitos para você aproveitar durante a pandemia, clique aqui.

Durante o Mês da Mulher, nós aqui do Razões junto com O Boticário contaremos histórias de mulheres que ajudam mulheres. Vamos falar sobre essa linda rede de apoio, para mostrar que #SomosFeitasDeTodas. Acesse as histórias aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Progresso

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,271,435SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Emoção: pais conhecem filhos adotivos do Congo após 4 anos de espera

O encontro da família aconteceu no dia primeiro de março, no Aeroporto Internacional de Salt Lake City, em Utah, nos Estados Unidos.

Cada parte desse vilarejo na Polônia é pintado com flores de todas as cores

Desenhos de flores multicoloridas embelezam o lugar.

Em SP, aluna bolsista comove a todos em discurso poderoso de formatura

Talvez um dos momentos mais importantes e mais marcantes na vida de um jovem seja o dia de sua formatura. É como ver um...

Casal australiano cria café que só contrata pessoas em situação de vulnerabilidade social na Colômbia

Elas têm aulas de inglês e aprendem a preparar cafés e coquetéis, cozinhar, entre outras habilidades do serviço de garçom.

Instagram

Voluntários produzem 1.000 máscaras e doam para hospitais e abrigos de Dourados (MS) 2