Voluntários batem papo com idosos e ouvem de receita à lição de vida, em Campo Grande (MS)

E os idosos sentiram muito com esse isolamento social, não é verdade? Sendo o principal grupo de risco para a Covid-19, sair de casa para o mínimo que seja, não é indicado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas aí o pessoal do projeto Ativa Idade, da Fundação Manoel de Barros, em Campo Grande (MS), resolveu mudar um pouco a ideia de isolamento.

Eles criaram o “Programa Madrinha e Padrinho”, para levar um pouquinho mais de conforto para idosos, principalmente aqueles que vivem sozinhos.

projeto para idosos

Atividades presenciais foram trocadas por contato online

Antes da pandemia, o projeto oferecia aos idosos, aulas de ginástica, informática, canto, pilates e tai chi chuan. Além dessas, eles faziam rodas de conversa, dinâmicas e oficinas com profissionais de diversas áreas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E as antigas atividades foram trocadas por interações online! Os voluntários do projeto, sempre muito carinhosos, começaram a buscar formas de manterem contato a distância com os alunos.

Hoje, cada profissional e voluntário apadrinhou 10 idosos. Semanalmente, esses padrinhos entram em contato com seus afilhados da terceira idade, que pode ser via ligação telefônica e WhatsApp.

Além daquele bate papo super divertido, os padrinhos também promovem atividades lúdicas.

Dona Mari, é idosa e vive em situação precária. Lançamos uma vaquinha na VOAA para ajudá-la. Faça a sua contribuição!

Afilhados têm gostado da nova interação

E parece que os idosos têm gostado muito. As ligações são totalmente descomprometidas com horário. Pelo telefone, os voluntários ouvem receitas, histórias de netos, filhos, saudades, experiência de vida, lições.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A dona Idalci Gutierrez, de 78 anos, adorou a ideia do projeto. “Eu não era de falar muito, sou tímida, mas agora eu tenho gostado. A gente conversa de tudo, é um tempo gostoso falando sobre a vida. Também sempre recebo um bom dia, que pra mim é um gesto de carinho”, comenta.

Dona Idalci
Dona Idalci conversa bastante com sua madrinha

Ela também conta que está feliz com a sua madrinha, Kênia Bonfim. “Nos falamos todos os dias por mensagens, teve até um dia que ficamos 1 hora ao telefone, um tempão batendo papo, estou gostando muito. Conversamos, trocamos fotos dos cantinhos das nossas casas, ela me manda imagens das plantas dela, é excelente, uma oportunidade para conversarmos, mesmo à distância. Também tenho me dedicado às aulas online de ginástica que são enviadas pela Fundação”.

Bruno Carvalho, um dos voluntários do programa, diz que já está na fundação há mais de sete anos e, durante todo esse tempo, mantinha contato com alguns dos seus afilhados.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

voluntário

Dona Mari, é idosa e vive em situação precária. Lançamos uma vaquinha na VOAA para ajudá-la. Faça a sua contribuição!

Só que ele vem adorado a nova forma de comunicação e diz que se sente mais próximo de todos hoje em dia. “Os conheci de forma diferente, criamos um vínculo de amizade.

Ele explica que, como padrinho, precisa animar, levantar a autoestima e servir como apoio no período de pandemia.

conversa

Bruno também conta que acabou sendo ajudado também. “Acabei percebendo que eu também preciso de um estímulo para continuar com minhas atividades, e todos os meus afilhados me ajudam muito nesse sentido, é uma troca de experiências, histórias e longas conversas divertidas”, diz.

Que projeto maravilhoso, hein gente?

[Nota da Redação]

Estamos com a campanha especial #PoderDoSomos com OMO contando histórias incríveis de projetos que transformam vidas! Confira o projeto selecionado anunciado pelo Ary Fontoura:

FONTE: Campo Grande News

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,121,804SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal morre de mãos dadas com horas de diferença, após 60 anos juntos

Um casal de idosos que passou 60 anos juntos morreu de mãos dadas, com apenas algumas horas de diferença no início deste mês em...

Paciente terminal está curado do câncer graças a método 100% brasileiro

O mineiro Vamberto, 63 anos, vai ter alta após ser submetido a uma terapia genética realizada pela primeira vez na América Latina. Ele tinha...

Comemore o dia do ex-namorado: doe os objetos de quem você quer esquecer

O namoro acabou. Ele partiu. Ela se foi. Ficaram as lembranças, talvez a saudade, uma possível melancolia e, muitas vezes, objetos do(a) ex. E...

Depois de 65 anos, casal se reencontra no asilo e volta a namorar

Um casal de idosos é prova de que o amor pode durar pra sempre, mesmo depois que duas pessoas se separam e ficam décadas...

Após perder sua mãe, gambazinho solitário é adotado por cadelinha

Um recém-nascido gamabazinho foi encontrado ao lado do corpo atropelado de sua mãe em uma estrada. Sozinho, o órfão porvavelmente não sobreviveria. Foi quando uma instituição...

Instagram

Voluntários batem papo com idosos e ouvem de receita à lição de vida, em Campo Grande (MS) 3