Vovó de 75 anos com Parkinson começa a lutar boxe para diminuir os sintomas da doença

“Meu médico disse um dia que era proibido ficar parada”, explica a vovó Nancy Van Der Stracten, da Turquia. Diagnosticada com Parkinson há cerca de 10 anos, ela obedeceu seu médico e hoje pratica boxe, três vezes por semana, para diminuir os sintomas da doença.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Senhora Nancy que luta boxe para diminuir os sintomas do Parkinson. Na foto, ela de luvas de boxes e touca enquanto luta
Foto: Instagram @antenasanluis

A doença de Parkinson é um distúrbio cerebral degenerativo que causa tremores, rigidez e outros problemas relacionados ao caminhar e manter o equilíbrio e a coordenação. Infelizmente ainda não existe cura para a doença, no entanto, os sintomas podem ser atenuados com a prática de exercícios físicos.

Senhora Nancy que luta boxe para diminuir os sintomas do Parkinson. Na foto, ela de luvas de boxes e touca enquanto luta
Foto: Reuters

Nancy que o diga! A senhorinha turca está sempre na academia se exercitando e geralmente se aquece com uma caminhada na esteira. Depois, segue para seu esporte favorito: o boxe 👊

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Senhora Nancy que luta boxe para diminuir os sintomas do Parkinson. Na foto, ela de luvas de boxes e touca enquanto luta
Foto: Reuters

Quando recebeu o diagnóstico da doença, há mais de uma década, ela decidiu que não deixaria se abater. “Vá em frente, vá em frente. E esse é o meu conselho para todos. Faça um esporte e algo que você goste”, diz.

Segundo a vovó, o boxe sem contato surgiu de repente em sua vida, quando ela foi à uma academia pesquisar exercícios que poderiam ajudá-la a controlar sua doença. Hoje, mais do que uma terapia, ela ama e não consegue viver mais sem a luta.

Senhora Nancy que luta boxe para diminuir os sintomas do Parkinson. Na foto, ela de luvas de boxes e touca enquanto luta
Foto: Reuters

Nancy pratica seus golpes com um oponente que usa luvas acolchoadas. Ela nunca leva nenhum golpe, por isso, é uma maneira segura de fazer exercícios cardiovasculares que estimulam seu cérebro, assim como seu corpo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vantagens do boxe

De acordo com o neurologista Geysu Karlikaya, o boxe é o exercício perfeito para alguém com Parkinson, mesmo que tenha idade avançada.

“Estudos têm mostrado que o boxe sem contato é bom para o cérebro, por isso é bom para a doença de Parkinson. Vai curar a doença de Parkinson? Provavelmente não, por ser um distúrbio neurodegenerativo… Mas melhora a qualidade de vida dos pacientes”, afirma.

E isso a própria Nancy pode confirmar, já que desde que começou sua rotina de boxe, seus sintomas diminuíram. Isso sem contar que ela é o verdadeiro mascote da academia e parceiros de luta é o que não faltam!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Inspiradora, ela quer que todos saibam que o segredo para se manter saudável é movimentar o corpo todos os dias e diz que vai continuar incentivando as pessoas a encontrarem um esporte de que gostem.

Obrigada por isso, vovó Nancy 💜

Fonte: Inspire More


Gente inspiradora é o que não falta por aqui! Conheça o Juneo!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,413,626SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Usuários do transporte público de Roma podem trocar garrafas de plástico por passagens

A prefeitura de Roma iniciou um projeto experimental em que seus 4,3 milhões de cidadãos poderão reciclar garrafas plásticas em troca de bilhetes gratuitos...

Morador de rua ganha ‘dia de beleza’ e fica irreconhecível

A foto depois da transformação mostra o quanto ele está se sentindo uma pessoa melhor.

Família monta supermercado em casa para vovó com Alzheimer fazer compras

Uma família australiana transformou a sala de estar de casa em um supermercado improvisado para que a vovó pudesse fazer compras e se divertisse...

Punhos de refugiados: fotógrafo brasileiro estampa vitrines da icônica Saks, em Nova York

Diálogo, esses tempos pedem mais diálogo. Essa é a reflexão proposta pelo premiado fotógrafo brasileiro Guilherme Licurgo no seu mais recente trabalho e que...

Instagram