Vovó de 82 anos se arruma toda chique para missas virtuais, faz selfies e viraliza na web

0
3750
senhora com roupa chique
Se a senhora La Verne já era conhecida em sua igreja pelos looks estilosos que usava todos os domingos, com a pandemia ela decidiu investir ainda mais na aparência! Fotos: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

Com a pandemia, muitas coisas passaram a ser virtuais. De aulas a shows e até missas, por isso, passar o dia de pijama já não é mais possível! Pois a vovó de 82 anos, La Verne Ford Wimberly, de Tulsa (EUA), tem levado isso bem a sério!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde o início do isolamento, quando as missas presenciais da Igreja Batista Metropolitana de sua cidade foram canceladas, ela decidiu continuar se arrumando para assistir os cultos, mesmo que virtualmente.

E ela está errada? É claro que não! Dando um show de estilo e comprometimento, a senhorinha ainda faz questão de postar uma selfie no Facebook no fim de casa missa. 🥰

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

La Verne é uma professora aposentada, que sempre gostou de se arrumar bem, principalmente aos domingos. Se ela já era conhecida em sua igreja pelos trajes estilosos que usava, com a pandemia decidiu se esforçar ainda mais na criação dos looks.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

A idosa acredita que essa é uma maneira de inspirar as pessoas a fazer o mesmo. Afinal, não é porque estamos confinados que precisamos esquecer da aparência, né?!

“Se alguém está se sentindo oprimido, basta olhar para minha página no Facebook e imediatamente se sentir animado”, brincou.

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

Desde o dia 29 de março de 2020, ela começou a tirar fotos de si mesma em sua sala. Até agora, já foram 53 conjuntinhos de cores diferentes – cada um cuidadosamente combinando com um chapéu e uma joia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela nunca perde tempo com os chapéus, as roupas e todas aquelas belas joias”, afirmou Robin Watkins, 54, assistente do escritório executivo da igreja.

Estilo que vem de família

Segundo a senhorinha, desde que a igreja cancelou todas as missas presenciais e confirmou que elas seriam feitas virtualmente por tempo indeterminado, ela simplesmente não conseguiu se imaginar vestindo seu roupão e chinelos para rezar, mesmo que ninguém estivesse vendo. 😄

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

“Nos 20 anos que frequento a igreja, sempre tive minha pequena rotina que aprendi com minha mãe quando era menina”, disse La Verne. “Eu escolhia uma roupa bonita e um chapéu desde a noite anterior, para que eu pudesse estar preparada e parecer apresentável”, relembra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Estes são valores que ela jamais esqueceu!

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

“Eu não queria ficar sentada sozinha e sentir pena de mim mesma, então decidi: ‘Quer saber? Eu vou me vestir bem de qualquer maneira'”, conta.

Sua iniciativa fez sucesso: não demorou muito para que os fiéis a procurassem, dizendo que, de fato, somente de vê-la bem vestida eles já recebiam uma dose extra de animação.

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

E a brincadeira começou a ficar séria: para não cometer a gafe de usar a mesma roupa duas vezes, a vovó passou a anotar seus looks no calendário. Isso agora se transformou em uma verdadeira missão!

Professora com estilo

Quando La Verne ainda estava no ensino médio, percebeu que um de seus professores sempre se vestia impecavelmente bem para ir à escola. E como ela sempre soube que também seria professora, decidiu seguir seus passos.

“Eles me pegavam pelo braço e diziam: ‘Oh, como você está tão bonita'”, fala, relembrando dos velhos tempos.

idosa com roupa chique missa
Foto: reprodução/Facebook La Verne Ford Wimberly

“Em pouco tempo, eu tinha tantas roupas que comecei um sistema de rotação e codificação por cores, para poder continuar surpreendendo as crianças com minhas roupas”, explica.

Viúva desde 2009, não é porque ela vive sozinha e assiste as missas desacompanhada que deixaria de se arrumar como sempre fez. Que exemplo de pessoa! Isso se chama autocuidado e amor próprio!

Obrigada por isso, senhor La Verne! 👏

Fonte: Washington Post


Conheça a história de mais uma vovó inspiradora!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.