Walmart está vendendo maçãs feias e baratas para ajudar a reduzir o desperdício de alimentos

A maior cadeia de supermercados nos EUA, o Walmart, resolveu vender produtos perfeitos para consumo, mas que, por causa de sua aparência, acabam ficando de fora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O primeiro teste deste tipo vão ser as maçãs chamadas “I’m Perfect” (“Sou imperfeita”). Todas possuem alguma imperfeição que não afeta o gosto.

No início deste ano, a cadeia também lançou uma linha de batatas chamada “Spuglies”, depois de os produtores passarem por uma temporada particularmente difícil.

“O fornecedor veio e disse: ‘ei, nós temos batatas que parecem um pouco diferentes. Existe uma maneira de trazermos estes produtos para o mercado?'”, diz John Forrest Ales, um porta-voz Walmart. “A criação de marcas são modelos flexíveis que os fornecedores podem usar quando há oferta suficiente”.

Porque produtos disformes é uma peculiaridade do tempo, a loja diz que não pode oferecer o produto o tempo todo ou em cada loja. “Ninguém está lá fora, dizendo que quer todas estas cenouras de quatro patas para que possamos colocá-los em supermercados”, diz Ales. “Então, vamos fornecer um quadro ou uma solução para aproveitar rapidamente a oportunidade quando isso acontece.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para o Walmart, os novos produtos são parte de um esforço maior para reduzir o desperdício de alimentos, incluindo rótulos que são menos confuso para os clientes. Mais a motivação do varejista em manter os preços baixos para os clientes, uma vez que as batatas e maçãs de aparência estranha podem ser vendidas com um pequeno desconto.

“Estamos focados em reduzir o desperdício, tanto quanto possível, porque isso reduz o custo, e nós somos um modelo de negócio”, diz Ales. “Queremos reduzir o desperdício. Assim, quando falamos de fornecedores, essas conversas sempre se concentram em como podemos maximizar o rendimento e tentar aproveitar 100% do que você está oferecendo.”

Especialistas estimam que 20% a 30% de algumas culturas podem ser perdidas porque a comida não parece muito perfeita.

Com frutas e legumes imperfeita se tornando mais comum nos supermercados, talvez eles também comecem a mudar as normas sobre o que os clientes esperam.

“Marketing criativo pode desempenhar um papel catalisador na mudança de opiniões dos consumidores sobre os atributos que não são apenas aceitáveis, mas, na verdade, desejáveis”, diz Joanne Berkenkamp, advogado sênior no programa de alimentos e agricultura na NRDC, uma organização sem fins lucrativos que estuda o desperdício de alimentos . “Marketing inovador está encontrando novas maneiras de fazer da imperfeição uma virtude. Quando as pessoas experimentarem esses produtos, eu acho que eles vão descobrir que a beleza realmente está nos olhos de quem vê.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa semana falamos sobre um site de SP que entrega alimentos orgânicos em casa a preços bem em conta, dá uma olhada aqui.

3062169-inline-i-1-walmart-is-selling-ugly-cheap-apples-to-help-reduce-food-waste

Fonte: FastCoexist

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,849,393SeguidoresSeguir
24,910SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garoto de 13 anos reúne 2 mil cordéis e cria ‘cordelteca’ em Bauru (SP)

Pedro batizou a cordelteca de Gonçalo Ferreira da Silva, nome de um poeta de Ipu, no Ceará, conhecido por ser um dos fundadores da Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

Mãe faz fantasias incríveis de Halloween para sua filha que teve o braço amputado

Scarlette nasceu em dezembro de 2013 com um braço esquerdo muito grande. Ela foi enviada para um hospital para diversos testes com médicos especializados....

Após vaquinha do Razões, morador de rua que fez Enem consegue moradia e muita ajuda

Seu Arno também ganhou um tratamento odontológico completo, cabelo e barba para as entrevistas de emprego, óculos novos para os estudos e até conheceu uma universidade pela 1ª vez!

Com uma máquina de escrever, professor de NY ajuda desconhecidos a enviar cartas para amigos que se sentem tristes na pandemia

Receber cartas já deixou de ser um hábito há alguns anos, mas elas ainda encantam muito. E o professor Brandon Woolf, de 37 anos, resolveu...

Professora carrega aluna com paralisia cerebral nas costas em excursão da escola

Por dois dias, a professora carregou a aluna que tem paralisia cerebral nas costas durante a excursão da escola em um acampamento.

Instagram

Walmart está vendendo maçãs feias e baratas para ajudar a reduzir o desperdício de alimentos 3