Youtuber muçulmana que fala 4 idiomas usa culinária para combater islamofobia: “Quem disse que não temos voz?”

Cozinheira apaixonada, a belga-marroquina Myriam Bouzian já acumula mais de 100 mil seguidores no YouTube, que acompanham seus vídeos de culinária disponíveis em quatro idiomas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em entrevista ao portal Deutsche Welle, Myriam disse que só teve a ideia de investir na internet por ter dificuldades em encontrar um emprego.

“Comecei a buscar trabalho para encontrar essa pequena felicidade que me faltava. Sempre que eu batia em uma porta, me recusavam acesso. Eles simplesmente me diziam: ‘Você está pronta pra retirar o seu véu?’. Eu pensei: ‘qual é a relação? O que conta não é o que eu tenho na minha cabeça, mas sim o que tenho dentro da minha cabeça'”, afirmou.

Youtuber muçulmana que fala 4 idiomas usa culinária para combater islamofobia: "Quem disse que não temos voz?"

Tudo começou quando uma tia pediu para ela filmar o preparo de seu prato favorito. “Tive um pequeno lampejo: vou lançar um canal no YouTube.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Myriam é mãe de 5 filhos e mora na Bélgica, onde grande parte da população fala francês. Por isso mesmo, seus primeiros vídeos foram disponibilizados neste idioma.

Com o sucesso do canal, ela lançou mais 3 em em outros idiomas: árabe, rifenho e híndi.

Youtuber muçulmana que fala 4 idiomas usa culinária para combater islamofobia: "Quem disse que não temos voz?"

Após sentir na pele o preconceito velado e a dificuldade de encontrar um trabalho por conta de sua religião, Myriam contou que agora precisa enfrentar a islamofobia online.

“Me chamaram de terrorista, salafista, islamista. Admito que isso me deixou muito magoada”, disse. Ela também lamentou sobre os os estereótipos das mulheres muçulmanas na Bélgica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Estou um pouco cansada de as pessoas nos verem como mulheres submissas ou mulheres que não tem voz no casal. Nós somos iguais em termos de tarefas domésticas, de refeições, frente aos filhos e à vida.”

Youtuber muçulmana que fala 4 idiomas usa culinária para combater islamofobia: "Quem disse que não temos voz?"

No seu canal de culinária, a youtuber também mostra momentos fora da cozinha e compartilha cenas de sua vida privada.

“No início, eu não estava tão confortável com a ideia de que ela abriria as portas para o mundo. Mas com o tempo, mudei de opinião. As pessoas veem que nós somos felizes e levamos uma vida normal”, disse Samira, irmã de Myriam.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Jornal 140
Fotos: Deutsche Welle

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,813,545SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bilhete de avó para neto ensina sobre amar acima do tempo

O tempo voa e leva junto oportunidades que não voltam mais.

Famílias fazem fila para pegar ossos doados em açougue de Cuiabá. Saiba como ajudar com a nossa vaquinha!

Essa cena chocou a todos nós! Quando a porta do açougue abre, centenas de pessoas se aglomeram para garantir o qurilo de osso doado...

Adolescentes veem idoso cair no chão e param carro para ajudá-lo a se levantar

Cinco garotos adolescentes estão sendo chamados de heróis depois de terem ajudado um homem idoso a se levantar após ele ter caído bruscamente no...

O restaurante que reaproveita quase tudo e quase não produz lixo

Em fevereiro, na Finlândia, foi inaugurado o restaurante mais próximo do desperdício zero no mundo, fruto do trabalho de um português. Carlos Henrique, é um...

Casal doa valor dos presentes do casamento para hospital e emociona convidados

Quando casamos, além da festa, recebemos dos convidados presentes, certo? Mas, o casal Diego Grion Nunes, 36 anos, e Amanda Carolina de Oliveira Grion,...

Instagram

Youtuber muçulmana que fala 4 idiomas usa culinária para combater islamofobia: "Quem disse que não temos voz?" 3