Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos

A zeladora na ativa mais antiga dos Estados Unidos decidiu “pendurar o chapéu” e se aposentar aos 100 anos, depois de servir 16 anos no Serviço Nacional de Parques para contar as “histórias não contadas” dos soldados negros que atuaram na Segunda Guerra Mundial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Betty Reid Soskin se aposentou na última quinta-feira (31) e agradeceu ao Parque Histórico Nacional Rosie the Riveter, em Richmond, na Califórnia.

O memorial preserva o legado daqueles que ajudaram ou lutaram ao lado dos Aliados na Segunda Guerra Mundial (1939-1945), exaltando especialmente o papel das mulheres e dos afro-americanos durante o conflito.

Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos

Por dezesseis anos, Betty liderou passeios no parque e no museu dedicado às mulheres que trabalharam em fábricas do Exército e compartilhou sua própria experiência como mulher negra nos anos de guerra.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela trabalhou para a Força Aérea dos EUA em um sindicato auxiliar segregado em 1942, chamado “Boilermakers Union A-36” e era responsável por efetizar pedidos de mudança dos soldados e colaboradores das Forças Armadas.

“Ser uma fonte primária no compartilhamento dessa história – minha história – e dar forma a esse parque nacional (fundado em 2000) foi uma experiência emocionante e gratificante”, disse a agora aposentada ao Serviço Nacional de Parques.

Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos

Betty foi convidada para ser cuidadora temporária no Parque Histórico aos 84 anos, em 2007, e tornou-se funcionária permanente em 2011. Ela comemorou seu 100º aniversário em setembro passado.

“Betty teve um impacto profundo no Serviço Nacional de Parques e na maneira como realizamos nossa missão”, disse o diretor da instituição, Chuck Sams. “Seus esforços nos lembram que devemos buscar e dar espaço para todas as perspectivas para que possamos contar uma história mais completa e inclusiva de nossa nação”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Secretária do Interior Deb Haaland, cuja função inclui responsabilidades como a gestão do uso de terras públicas e manutenção de parques nacionais, entre muitas outras, prestou homenagem à cuidadora após mais de 15 anos como membro do SNP.

“A ranger (guarda) Betty Reid Soskin tem sido uma pioneira para as mulheres e o Serviço de Parques”, tuitou a secretária. “Depois de inúmeras excursões e incontável conhecimento compartilhado, hoje ela está se aposentando. Em nome do Estado, obrigado, Betty, pelo seu serviço. Sentiremos a tua falta”.

Betty nasceu em Detroit em 1921. Aos 6 anos, sobreviveu à devastadora Grande Inundação do Mississippi, de 1927, enquanto vivia com sua família em Nova Orleans.

Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos 1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sua família então se mudou para Oakland, na Califórnia, e ela permaneceu na área da baía de São Francisco, onde em 1945, ao lado de seu primeiro marido, fundaram uma das primeiras lojas de discos mantidas por negros na cidade – época em que a segregação e a discriminação racial era norma.

O casal e seus filhos enfrentaram um racismo brutal. Betty era alvo constante de ameaças de morte depois que construiu uma casa em um subúrbio de maioria branca.

Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos 2

Ela também foi ativista dos direitos civis e participou de reuniões para desenvolver um plano geral de gestão para o parque Home Front. Desde então, recebeu inúmeras homenagens, como o troféu “Mulher do Ano da Califórnia”, em 1995.

Em 2015, Betty recebeu uma medalha presidencial do presidente Barack Obama depois de acender a árvore de Natal Nacional na Casa Branca.

Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos 3

Ao saber da aposentadoria da veterana, o ex-presidente tuitou: “Ouvi dizer que Betty Reid Soskin está se aposentando aos 100 anos e quero parabenizá-la por mais de uma década de serviço como zeladora do parque nacional”.

“Betty, espero que você perceba quantas pessoas apreciam tudo o que você fez, inclusive eu”, acrescentou Obama.

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Fonte: CNN
Fotos: NPS / Luther Bailey

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com ajuda da Quero Bolsa, jovem do interior de SP vence obstáculos e realiza sonho da faculdade

Alguma vez você já se pegou pensando que a sua cidade é pequena demais para o tamanho do seu sonho? Felipe Seraglia, de 25...

Jovem monta ‘rádio esportiva’ para narrar rotina dos pais e vídeo viraliza

O que a gente não é capaz de fazer pra sair do tédio, né? Um jovem de Natal (RN) instalou uma 'rádio esportiva' em casa...

Escola leva educação a moradores de rua há mais de 20 anos em Porto Alegre (RS)

A escola oferece acesso a uma versão adaptada do Ensino Fundamental para os seus alunos.

Mulher queniana transforma resíduos de plástico em tijolos mais fortes que concreto

Em tempos de aquecimento global, há pessoas encontrando soluções cada vez mais criativas para o cimento, responsável por cerca de 8% das emissões globais...

Casal de idosos que se conheceram pelo Tinder: ‘Mandei um like e ele curtiu de volta’

Ela é uma aposentada de 73 anos, de Votorantim (SP) - viúva, mãe de três filhos, avó de cinco e bisavó de outros sete. Ele...

Instagram

Zeladora que cuidou por décadas de museu dedicado à memória afro-americana se aposenta aos 100 anos 5